Categories

Most Viewed

Publicidade digital cresce 27% no Brasil

Os investimentos em publicidade digital no Brasil cresceram 27%, em 2021, na comparação com o ano anterior. Juntas, as mídias online faturaram R$ 30,2 bilhões. Em número de anunciantes, a expansão foi de 30%, ou 95 mil novos anunciantes.

Os números fazem parte da pesquisa Digital AdSpend 2021, realizada pelo Internet Advertising Bureau (IAB) Brasil e pela Kantar Ibope Media, que reuniu os dados das redes sociais, de buscadores e de cerca de 1,6 mil sites.

A maior parte do dinheiro foi para as redes sociais, que ficaram com 54% do total. Em seguida, com 30%, aparecem os buscadores, categoria na qual o Google é líder com folga. Os sites ficaram com os 16% restantes.

Segundo Paulo Arruda, diretor de desenvolvimento de novos negócios da Kantar Ibope Media, em entrevista ao jornal Valor, “os marketplaces colaboraram para um aumento de pequenos e médios anunciantes no digital e os grandes anunciantes ampliaram a variedade de produtos anunciados também”.

Serviços, comércio e finanças foram os setores com maior participação entre os anunciantes. A participação de cada um foi, respectivamente, de 26%, 24% e 9% do total.

De acordo com a pesquisa, a tendência é a de que os investimentos em publicidade digital continuem a crescer. Em entrevistas com agências de publicidade e anunciantes, 81% dos respondentes disseram que pretendem aumentar a verba das mídias digitais em 2022.

São Paulo dá pontapé inicial na inovação 

O São Paulo Futebol Clube anunciou a criação de um hub de inovação, o Inova.São, e a intenção de captar R$ 6 milhões nos próximos três anos para bancá-lo. O objetivo da iniciativa, anunciado pela direção, é encontrar formas de aumentar a receita e a competitividade da equipe através do uso de novas tecnologias.

O projeto nasce já com três parcerias. Uma com a Sportheca, fábrica de startups com foco em negócios do mercado esportivo, outra com a Deboo, startup especializada em blockchain, e a terceira com a PH3A, de Big Data.

Estão nos planos, por exemplo, a criação de ingressos NFT. A expectativa é a de que a nova tecnologia permita ao clube evitar fraudes e “proporcionar novas experiências” aos torcedores, como acesso especial ao estádio, a conteúdos exclusivos e a áreas restritas, como os camarotes.

Você só vê na [EXP]

Como começar a investir em Venture Capital

Vamos direto ao ponto. Aqui já vai um princípio básico, mas que a gente não pode deixar de frisar: por mais que VC seja uma forma de proporcionar tração às startups iniciantes, não use todos os seus recursos para impulsionar uma única empresa.

iFood puxa o freio

O fim das restrições à circulação de pessoas impostas pela pandemia impactou o resultado do iFood e levou a empresa, a principal de entregas do país, a realizar uma série de ajustes.

“O iFood está reestruturando algumas áreas, em busca de maior eficiência e foco para o seu negócio. Infelizmente, o processo de priorização e de revisão levou ao desligamento de algumas pessoas e à desaceleração de novas contratações”, disse em nota à imprensa.

Na semana passada, segundo o site Layoffs Brasil, que vem reunindo informações sobre a onda de demissões em startups no país, a companhia demitiu cerca de 80 pessoas. Agora, o próprio iFood anunciou uma forte redução do número de novas contratações mensais. 

“Se antes nosso time de recrutamento trazia mais de 200 pessoas por mês para a empresa, hoje esse número caiu pela metade. Seguimos buscando no mercado profissionais de tecnologia e da área comercial”, afirmou a empresa.

No ano fiscal encerrado em março, o iFood teve receita total de US$ 991 milhões. O valor representa uma alta de 29% em relação ao exercício anterior. O volume total transacionado na plataforma também cresceu. A alta foi de 41%. 

Houve, porém, prejuízo de US$ 206 milhões e redução do lucro da principal operação, a de entregas em restaurantes, de US$ 30 milhões para US$ 10 milhões. 

Fique ligado

Não perturbe – Airbnb anuncia que a decisão de proibir festas nos imóveis alugados pela plataforma, implementada na pandemia, é agora definitiva. 

Mais um no páreo – a Board vai disputar com Nomad, Passfolio e Avenue, o cada vez mais visado mercado brasileiro de contas internacionais.  

Visualização arquitetônica – Elephant Skin, startup de projetos de publicidade e marketing visual para empreendimentos imobiliários, abre nova sede no Brasil.

Infraestrutura – Casa Branca diz que os investimentos previstos para acelerar a produção de carregadores de baterias de carros elétricos nos EUA é de US$ 700 milhões.

Gostou da nossa news?

Espalhe! É fácil de assinar e seus colegas e amigos podem acompanhar também.

É só clicar aqui e deixar seu e-mail.

Veja mais: Temos um canal de vídeo e newsletters com conteúdos exclusivos para assinantes.

Assine aqui.

Como estamos trabalhando? É sempre bom saber o que nossos leitores estão achando. Adoraríamos escutar suas impressões, críticas e sugestões à nossa newsletter e aos nossos produtos. Basta nos enviar um e-mail: exp@expnew.net.

Curadoria e edição: Dubes Sônego

    Leave Your Comment

    Your email address will not be published.*

    Forgot Password

    Header Ad