Categories

Most Viewed

Nordeste: de dúvida a sonho realizado

Ricardo Natale

Este ano completamos três anos do Experience Club Nordeste. E comemoramos em grande estilo, com um jantar, na semana passada, no Instituto Ricardo Brennand. Neste cenário especial, tão representativo da riqueza da cultura nordestina, reunimos um grupo de 400 convidados para celebrar a vida, os negócios e os bons resultados deste ano.

Este jantar, que além do mercado empresarial em peso teve ainda a presença das principais lideranças políticas locais – a governadora eleita, Raquel Lyra, sua vice, Priscila Krause, e o prefeito do Recife, João Campos – consolida uma estratégia que se mostrou acertada, de criar clubes regionais para atender a mercados específicos.

Pra mim, isso representa o sucesso de uma estratégia que não era prevista inicialmente e mostra a importância e ajustamos nossos planos conforme eles se desenvolvem.

Durante os primeiros 15 anos do Experience Club, eu não acreditava que isso seria possível. Nunca acreditei num modelo de franquia da nossa marca para outras cidades. Achava que era um modelo que só funcionava em São Paulo, com o meu envolvimento direto. E foi justamente no início da pandemia, momento extremamente desafiador para um negócio como o nosso, que vive de criar experiências e conexões, que eu encontrei o meu sócio André Farias e resolvemos criar o Experience Club Nordeste.

Nosso plano era consolidar os eventos em Recife nos três primeiros anos e depois expandir para o Ceará. E conseguimos. Já temos 200 empresas associadas, realizamos diversos debates, jantares e almoços oferecendo experiências e conectando as principais lideranças empresariais da região.

E no mês passado demos nosso primeiro passo em Fortaleza, um jantar com um debate sobre as perspectivas para a economia. Exatamente a nossa essência: uma experiência inesquecível, com gastronomia e ambientação sofisticadas e conteúdo aprofundado.

Nesses três anos tivemos grandes marcas patrocinando nossos eventos e levamos speakers com grande experiência para compartilhar suas visões, como Nizan Guanaes, da N Ideias, Marco Stefanini, fundador da Stefanini, Eduardo Gouveia, investidor e conselheiro de várias empresas, Wilson Ferreira Júnior, da Eletrobras, Stelleo Tolda, do Mercado Livre, Cristina Palmaka, da SAP, João Adibe e Karla Marques, da Cimed, Cristina Baumgart, conselheira e consultora de empresas familiares, e o investidor Pedro Sirotsky.

Já temos um desenho de negócio para os próximos cinco anos para consolidar nossa presença na região que mais cresce no país. Além do crescimento do PIB acima da média brasileira nos últimos anos, as oportunidades para o futuro são muitas. O Nordeste tem uma cena empreendedora muito pujante, com várias empresas familiares que já estão na terceira ou quarta geração, com jovens muito preparados, gestores profissionais, conselhos estruturados.

Um nível de maturidade que não fica nada a dever às grandes empresas sediadas em São Paulo. Muitas dessas empresas, inclusive, têm atuação nacional.

O resultado dessa evolução do mercado pode ser visto na lista de bilionários da Forbes. Dos 284 brasileiros da lista, 31 são do Nordeste. E, no próximo ano, empresas da região terão à disposição R$ 31,8 bilhões do Fundo Constitucional do Nordeste para investimentos e capital de giro. Sem contar os investimentos estrangeiros que também estão chegando à região e a expansão dos grupos que já estão instalados.

E nós estamos prontos para continuar com a nossa missão: levar conhecimento de ponta ao mercado e conectar pessoas.

Testeira-carta-do-ceo-final

    Leave Your Comment

    Your email address will not be published.*

    Forgot Password

    Header Ad