Categories

Most Viewed

Provador Virtual de startup brasileira é líder em e-commerce no mundo 

Solução da Sizebay é utilizada em mais de 500 e-commerces em 38 países, entre eles o das brasileiras Riachuelo, NetShoes, Renner e Marisa. Empresa ultrapassou sete dígitos de faturamento em 2021 e acelera internacionalização abrindo escritório nos EUA. 

Por Monica Miglio Pedrosa 

Como a maioria das startups, a Sizebay foi fundada por usuários insatisfeitos com um problema comum nas compras de roupas online: a dificuldade de acertar no tamanho da roupa, considerando que não existe uma padronização entre as marcas e que cada uma tem sua modelagem própria. O ano era 2014 e, na época, Janderson Araujo e Marcelo Bastos atuavam em uma agência de marketing digital em Joinville, Santa Catarina. Eles e a esposa de Janderson, Patrícia Araujo são os fundadores da Sizebay, startup que resolveu inovar e criar um algoritmo para melhorar a assertividade do fit da roupa ao corpo do consumidor. 

“Na época que iniciamos, estudos mostravam que 37% das pessoas desistiam de comprar roupa na Internet por causa da dúvida em relação ao tamanho do produto e seu corpo. Muitos acabavam comprando e pedindo para trocar a peça”, conta Janderson Araujo, em entrevista ao [EXP]. Segundo ele, como os tickets médios de venda de roupas são mais baixos, o custo proporcional de devolução tem um impacto importante no lucro final do varejista. 

Para construir a ferramenta, a Sizebay usou dados e medidas do Brasil e do exterior e comparou-os com as modelagens das marcas. Cada novo fabricante e varejista passa por um processo de onboarding em que esse “de-para” da modelagem para o algoritmo do sistema é feito, diferencial que permite uma assertividade de 80% na escolha. Além disso, o produto é constantemente melhorado por machine learning com o feedback das devoluções de compra por motivo de tamanho dos mais de 500 e-commerces que adotam a solução no Brasil e no exterior.  

Para Janderson, o diferencial da Sizebay em relação a concorrentes internacionais como Fit Analytics e True Fit é que estes trabalham com estatísticas de dados como peso, idade e altura, comparando-os aos produtos em que a maioria das pessoas comprou e não devolveu. “Temos uma abordagem muito mais personalizada, pois personalizamos a solução para cada marca que usa nosso produto. O usuário pode inclusive ajustar sob medida o provador virtual, considerando suas medidas individuais”, explica. 

Segundo o fundador, esse diferencial fez com que Nike e Levi´s Brasil escolhessem a Sizebay para atuar no mercado local, enquanto globalmente usam as soluções da TrueFit e Fit Analytics, respectivamente. 

Hoje a empresa é líder global em números de clientes segundo o site Similartech e sua expansão internacional está acelerada. Em 2018 a Sizebay foi a Lisboa por meio do programa StartOut Brasil para participar do evento WebSummit daquele ano. “Lá fizemos o contato com a COREAngels, que investiu uma rodada seed de 200 mil euros na empresa para iniciar a internacionalização a partir de Portugal”, conta. O executivo anuncia que está indo para os Estados Unidos no próximo mês para acelerar a implantação de um escritório da Sizebay naquele país. 

 

“Hoje, 10% dos nossos clientes são internacionais e  

eles já representam mais de 35% do nosso faturamento.” 

Janderson Araújo – Fundador e CEO da Sizebay

Riachuelo foi ponto de virada 

A Sizebay foi muito questionada em sua trajetória por não ter fundadores do Universo da Moda. Mas, ao que parece, essa aparente desvantagem tornou-se um diferencial, já que permitiu olhar o problema de modelagem sob uma ótica nova. “Um dos principais feedbacks que tivemos foi o do Flávio Sabrá, professor especialista em modelagem que já publicou livros sobre o assunto. Quando mostramos as fórmulas do nosso algoritmo, ele nos disse que havíamos começado a resolver um problema enorme da indústria de um jeito simples até chegar ao complexo, algo que ninguém tinha pensado antes em fazer”, relembra Janderson. 

O empreendedor acredita que esse ponto de vista foi o diferencial para o sucesso da solução. “Empregamos a matemática, meu conhecimento em UX, nossa formação em marketing digital e uma pitada de negociação comercial para criar o negócio”, acredita. 

Um dos primeiros clientes da Sizebay foi a Malwee, de Santa Catarina. O ponto de virada do negócio foi a conquista da Riachuelo, a primeira conta de um grande varejista. “Os clientes grandes não compram soluções oferecidas para pequenos, mas a Riachuelo nos encontrou quando ia lançar seu e-commerce e queria se diferenciar no mercado com uma solução tecnológica que outros não tinham. Depois deles vieram outras grandes marcas, como Renner e Marisa”, comemora.  

Em 2021 a empresa ultrapassou os sete dígitos de faturamento –  o executivo não revelou o valor exato  – e pretende crescer até 60% nos próximos 5 anos. “Nossa solução começa com mensalidades a partir de R$ 400 e pode chegar a US$ 13 mil, dependendo do volume de acessos ao sistema”, conta. 

Evolução do produto e Metaverso na Moda 

Além de continuar expandindo internacionalmente, a Sizebay tem como foco incluir novas funcionalidades para melhorar constantemente o produto. A equipe está trabalhando, por exemplo, em um sistema de recomendação e indicação de produto similar caso uma peça não esteja disponível para compra imediata. Outra iniciativa está sendo desenhada com uma empresa israelense, que trabalha com softwares de modelagem de roupa, para criar o Provador 3D. 

Perguntado sobre sua visão do e-commerce de Moda no Metaverso, Janderson é cético. “Marcas como Nike e Gucci têm feito algumas jogadas de marketing, mas ainda existe uma barreira tecnológica e cultural relevante a ser vencida para que comecemos a vender no Metaverso. Compras online de roupa são feitas por impulso e a experiência tem que ter o mínimo de fricção possível. Um exemplo concreto: em um determinado momento desenvolvemos funcionalidades para que o cliente colocasse seu próprio rosto no Provador Virtual e quanto mais diversão trazíamos para a solução, menos conversão de venda. O entretenimento pode deixar a compra para um segundo momento”, acredita.  

    Leave Your Comment

    Your email address will not be published.*

    Forgot Password

    Header Ad